Olá visitante

 (0)

Login / Registre-se

Seja Melhor Que Seu Currículo

É fácil encontrarmos inúmeros artigos, vídeos e reportagens sobre como elaborar um currículo. Eu mesma crio conteúdo para o canal O Papo é Vendas no Youtube onde falo sobre esse tema. Durante minha vida profissional com gestão de pessoas já trabalhei com diversos níveis operacionais e recebi currículos dos mais clássicos aos mais inusitados. Já peguei currículos super bem escritos em que o profissional foi péssimo na entrevista e currículos horríveis em que o candidato superou as expectativas na entrevista e depois que assumiu o cargo. Infelizmente a maioria dos currículos mal escritos já são descartados logo de cara e a pessoa já perdeu a chance logo na saída. Eu poderia escrever todo esse texto sobre coisas engraçadas e tristes que já vi em currículos, mas não é sobre isso que vou escrever. Quero falar sobre como você apresenta tudo que colocou no currículo quando está frente a frente com o selecionador.

O título desse texto é verídico e isso eu escutei recentemente de um profissional que está empregado, mas busca uma nova colocação. Ele foi chamado para uma entrevista via Skype e conversávamos sobre a possibilidade da entrevista ser pessoalmente e, quem sabe, ele se sair melhor. Ele foi categórico: “Sou melhor que meu currículo.” Conheço bem essa pessoa e posso dizer com toda certeza que essa afirmação é verdadeira. Realmente ele possui uma ótima comunicação verbal, boa argumentação sobre sua área de conhecimento, expõe de forma clara e objetiva seus resultados e o currículo está muito bem escrito.

A primeira dica vai para que você já faça seu currículo voltado para resultados. Além, de estar claro qual seu objetivo profissional, exponha em cada experiência profissional os resultados que alcançou, qual abrangência territorial compunha suas atividades, a quem você se reportava, qual o porte da sua empresa (seja por faturamento ou número de colaboradores), quantos colaboradores estavam sob sua liderança, premiações, projetos que liderou ou teve efetiva participação, etc. A segunda dica é inscrever-se em vagas que realmente vão ao encontro da sua linha de conhecimento, vivência profissional ou objetivos de carreira. Não se atente apenas ao nome do cargo e remuneração.

Agora sim! Você foi chamado para um processo de seleção e precisa se preparar para apresentar tudo aquilo que colocou no papel, principalmente se você for passar por uma entrevista por competências. Nela o selecionador irá aprofundar em todas as questões que você citou. E não estou dizendo que falar que liderou, ganhou, executou, planejou são essenciais. O importante é que sua adesão ao cargo que ocupava era baseada no comprometimento às atividades e seus resultados fizeram a diferença nos objetivos corporativos. Errou? Claro, todos nós erramos. Não tenha medo de expor seus erros. Só não coloque a culpa nos outros ou seja arrogante. Ao invés disso, comente o que aprendeu com isso e o que fez para melhorar.

Por fim, não se prolongue em cada resposta. Responda o que lhe foi perguntado e não perca o foco. Seja natural e transmita segurança e confiabilidade em suas falas.

Um abraço

Andrea França

1 até 1 de 1 registros.
  • 1